sábado, fevereiro 07, 2009

Ato de Contrição


(Dedicado àqueles homens-poetas que, ao longo dos séculos, se mantiveram ao lado dos oprimidos e tombaram em guerras inúteis e covardes)

P oetas
O uçam
E ste grito:
T udo na Terra está morrendo...
A paz... A esperança... Vidas morrem à míngua
S em que nós impeçamos estes sacrifícios.

D eus, oh, Deus!
E ste é o nosso
L amento:

M uda o pensamento humano
U na o homem através da poesia
N ada é mais
D oloroso do que
O uvir o canto da morte.

© Benny Franklin


Nota: Poetas del Mundo é uma entidade internacional, com sede em Santiago - Chile, dirigido pelo seu fundador Poeta Luiz Árias Manzo e, no Brasil, pela Poetiza Delasnieve Daspet, está presente em mais de 100 (cem) países, e tem se empenhado na divulgação da poesia como fator de integração mundial e na promoção da paz e da solidariedade entre os povos.

Fotografia
: Lucy Costa

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

5 comentários:

Thiers R disse...

Olá Benny, estive aqui, li e gstei.
Um poetaço!

estamos aí no ato de contrição, msm q amarelamente..
add seu blog aos meus, com licença.

abs

Thiers

Olhos de Folha Minha disse...

O poeta risca o papel
louvando Amor e Vida
num mundo rio de sangue...

Poetas são salvos e salvam!
Você é um dese mundo...

admiro admiro e admiro

OSHF
Cintia thome

Teena in Toronto disse...

Happy blogoversary!

Hercília Fernandes disse...

Belo espaço, Benny. Elevada poesia.

Abraços,
H.F.

Adriana Godoy disse...

Bonito e pungente. Bj